Para surpresa de todos, a Microsoft anunciou a saída de Steven Sinofsky, considerado o criador do Windows 8. Ele também era o presidente da divisão Windows e Windows Live  e estava sendo cotado como um forte sucessor de Steve Ballmer no comando da Microsoft.

Em seu lugar, Julie Larson-Green (considerada seu “braço direito” há muitos anos) assumirá o cargo e liderará toda a área de engenharia de software e hardware Windows, enquanto Tami Reller será responsável pelos negócios relacionados ao Windows.

Criador do Windows 8 Steven Sinofsky

Sinofsky foi o principal responsável pelo sucesso do Windows 7, além de ser o idealizador do Windows 8 e Surface. Ele também foi responsável pelo Internet Explorer 8, Outlook.com e do SkyDrive, e esteve diretamente ligado ao desenvolvimento do Office desde a versão 95.

Criador do Windows 8 deixa a Microsoft
Steven Sinofsky

Sinofsky foi muito elogiado pelos entusiastas pelo seu excelente trabalho no Windows 7, e dividiu as opiniões de usuários do Windows 8 ao impor o uso da interface Metro nos PCs e notebooks que não são sensíveis ao toque, além de eliminar o tradicional botão Iniciar. O tablet Surface, que tem recebido muitos elogios da mídia, também foi idealizado por ele.

Desde 2008 ele impôs um modelo diferenciado no desenvolvimento do Windows 7 (e Windows 8), aonde as novidades eram limitadas à equipe de desenvolvimento e funcionários diretamente ligados ao produto. Isso contrastou muito com o desenvolvimento das versões anteriores (Windows XP e Vista) aonde houveram diversas versões de testes (“betas”) e todos tinham acesso às novidades desses produtos.

A saída repentina do criador do Windows 8 não tem nada a ver com o Windows 8. Sinofsky enviou um e-mail aos funcionários da Microsoft informando que agora que o Windows 8 e Surface foram lançados, e depois de 23 anos trabalhando na empresa, ele decidiu sair para focar sua energia e criatividade em novas oportunidades.

Boatos indicam que muitos saíram do time de Windows ou da própria Microsoft pois “não era fácil” trabalhar com Sinofsky e as suas as regras rígidas que ele impunha. A sua estratégia centralizadora também dificultava a integração com outras áreas.

Steve Ballmer, CEO da Microsoft, não revelou o motivo da inesperada saída de Sinofsky e também enviou um e-mail para todos os funcionários da Microsoft agradecendo pelos vários anos de trabalho dele na empresa. “Eu sou muito grato pelos vários anos de trabalho que Steven contribuiu para a empresa. Os produtos e serviços que nós entregamos ao mercado nos últimos meses marcam o início de uma nova era na Microsoft“, afirmou.

O criador do Windows 8 se despede dizendo que “É impossível contar as bençãos que eu recebi em todos esses anos na Microsoft. Estou honrado pelo profissionalismo e generosidade de todos com quem eu tive a boa sorte de trabalhar nesta incrível empresa“.

Steven Sinofsky deixa a Microsoft
Julie Larson-Green

Para substituir o criador do Windows 8, a Microsoft escolheu seu “braço direito” Julie Larson-Green, que está na empresa desde 1993 e é responsável pelo gerenciamento de programas, design da interface do usuário e pesquisa no Windows 7 e 8. Ela trabalhou em muitos produtos bem sucedidos da Microsoft, como a interface das primeiras versões do Internet Explorer e o “Ribbon” (interface que aposentou os menus do Office 2007) que também está no Windows 8.

Antes da Microsoft, Julie trabalhou como suporte técnico da Aldus, empresa que criou o conhecido PageMaker e que foi adquirida pela Adobe em 1994. Ao entrar na Microsoft, ela trabalhou com o time de Visual C++ com foco em IDE, e posteriormente na usabilidade do Internet Explorer 3.0 e 4.0. Em 1997 ela entrou no time de Office para trabalhar no FrontPage e participou do time de Sharepoint Team Services, na época que o SharePoint era conhecido como “Office.NET”. Depois disso ela se focou na interface do Office XP, Office 2003 e Office 2007.

Em 2008 Julie recebeu o Outstanding Technical Leadership, um reconhecimento especial da Microsoft para funcionários que criaram soluções avançadas na indústria de tecnologia. Agora ela será responsável pelo desenvolvimento de todos os futuros produtos Windows e novas oportunidades em hardware.

Tami - Microsoft
Tami Reller

Tami Reller é a atual CFO (Chief Financial Officer) e CMO (Chief Marketing Officer) e está na Microsoft desde 2001, se juntando ao time do Windows em 2007. Ela continuará com o seu trabalho de CFO e CMO e, de agora em diante, também ficará responsável pelas ações de marketing para dispositivos Windows, inclusive o Surface e os produtos similares dos parceiros.

O press-release oficial sobre a saída do criador do Windows 8 Steven Sinofsky está aqui

Fonte: http://www.baboo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…