Dispositivo da Motorola impressiona pela velocidade de seu processador

A Intel anunciou no começo do ano sua nova linha de processadores para smartphones, e o primeiro dispositivo equipado com o Atom acaba de chegar ao Brasil: é o Motorola Razr i.

Não faz muito tempo a Motorola anunciou também a chegada do Razr HD ao Brasil, o primeiro smartphone da empresa compatível com as futuras redes 4G do País. Mas o Razr i é diferente: ele tem especificações técnicas mais modestas e a principal diferença em relação a outros aparelhos é o processador da Intel.

ReproduçãoDesign

A primeira surpresa ao pegar o Razr i na mão está no peso: ele é bastante leve, com apenas 126 gramas. Ele tem mais ou menos o tamanho de um iPhone 5, mas a tela é maior (4,3 polegadas) e não existe nenhum botão físico na parte frontal: apenas a tela, uma câmera e os botões em led na parte inferior ao display.

Seu peso baixo e a espessura de 8,3 milímetros fazem do celular praticamente imperceptível quando guardado no bolso. Ele tem acabamento em alumínio que promete ser bastante resistente a riscos.

Hardware

O diferencial entre este e outros smartphones está na parte de dentro dele: é o processador da Intel. Ele tem 2 GHz e apenas um núcleo, mas é bastante rápido – uma boa forma de conferir isso é ao abrir diversos apps e mudar de um para outro com bastante facilidade e velocidade. Ele também tem 1GB de RAM.

A tela tem a tecnologia Super Amoled e Gorilla Glass – isso significa que a qualidade da imagem é excelente e ela ainda é bastante resistente a arranhões. Com 4,3 polegadas, a resolução dela é de 540×960 pixels com bastante qualidade.

Outros aspectos técnicos incluem a bateria de 2.000mAh, que, de acordo com a Motorola, funciona por até 20 horas de uso pesado – durante os testes exigimos bastante do celular e mesmo assim a bateria durou bastante.

O armazenamento interno é de 5GB e pode ser expandido com cartões de memória microSD que não acompanham o celular. Ele também tem tecnologia NFC e o sistema Android Beam para transferir arquivos entre dispositivos que usam o sistema do Google.

A câmera traseira tem 8 megapixels, zoom digital, foco automático e flash em LED, além da capacidade de gravar vídeos em FullHD. Ela consegue tirar até 10 fotos por segundo com bastante qualidade e não fica atrás de concorrentes do mercado. Para acessá-la é bastante simples: um dos botões na lateral do smartphone serve exatamente para acionar e tirar fotos com a câmera.

Reprodução
Foto tirada com o Motorola Razr i

Software

A Motorola já libera o smartphone com o Ice Cream Sandwich (Android 4.0) de fábrica, com a promessa de atualização para o Jelly Bean entre o fim desde ano e o começo de 2013.

O sistema do Google roda muito bem no Razr i. O dispositivo consegue aproveitar bem os recursos do Android apoiado em seu processador bastante veloz. Diversos apps ficam abertos sem muita perda de desempenho e é fácil mudar entre um e o outro.

A fabricante colocou um pouco da sua marca no Ice Cream Sandwich que o Razr i roda, mas nada muito intrusivo – o Android está excelente no dispositivo.

Reprodução

 

Conclusão

Com um hardware bastante potente, um processador veloz, o Razr i é uma excelente opção para quem quer um smartphone intermediário. Ele não chega a ser um iPhone 5, nem um Galaxy S III, nem mesmo um Razr HD, mas se mostra uma boa escolha para quem quer um Android potente e a um bom preço.

Ele custa R$ 1,3 mil, segundo sugestão da Motorola, mas é possível conseguir descontos de acordo com o seu plano na sua operadora.

Fonte: http://olhardigital.uol.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Menino usa caixa de sapato para fazer controle de videogame

João Pedro mora em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Invenção cham…