Um grupo de hackers autodenominado Os Três Mosqueteiros liberou ontem mais uma chave de criptografia usada no PlayStation 3. Dessa vez, diferente da chave divulgada em 2010, essa é a LV0 que permite que sejam instaladas firmware modificadas no console – o que muitas vezes é usado para rodar games piratas. Mas o problema principal é outro: essa chave serve não só para a versão atual do firmware como para todas as posteriores.

O grupo disse que descobriu as chaves há algum tempo mas decidiu divulgá-las agora porque percebeu que um outro grupo está lucrando com ela. Segundo “Os Três Mosqueteiros”, um conjunto de hackers chineses usou as chaves para criar uma firmware personalizada para o sistema. E essa firmware não é gratuita: os hackers chineses cobram pelo seu download.

Essa não é a primeira vez que um item de segurança do PS3 é descoberto e liberado livremente. Em meados de 2010 o grupo fail0verflow encontrou as chaves de metldr do sistema, que foram divulgadas pelo hacker Geohot pouco depois e que acabou se metendo em um processo com a fabricante do console.

Na época a Sony corrigiu o problema liberando a firmware de versão 3.60, mas isso não é algo que poderá ser feito com a chave LV0. Então não importa quantas atualizações para o console a empresa libere, os hackers vão conseguir rodar firmwares personalizadas de qualquer jeito.

Fonte: tecnoblog Com informações: ArsTechnica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Sony anuncia o novo PlayStation Plus com três categorias de assinatura

A categoria com mais benefícios sai por R$ 389,90 anualmente A Sony acaba de anu…