Trapaceiros/Xiter serão colocados para jogar contra outros Trapaceiros/Xiter.

A Rockstar, produtora responsável por Max Payne 3, criou uma solução interessante para lidar com os cheaters do modo online do jogo: colocar todos eles em uma única sala e deixar que eles se matem (ou só encham o saco) à vontade.

Eis a explicação da empresa:

Qualquer pessoa que tiver sido identificada como tendo usado saves hackeados, jogos modificados ou outros métodos para ganhar uma vantagem injusta no multiplayer de Max Payne 3, ou para ganhar posições na tabela de classificação, será isolado de todos os outros jogadores dentro de um “Poço dos Cheaters”, no qual ela só poderá competir em partidas multiplayer contra outros trapaceiros confirmados.

A Rockstar deveria gravar essas partidas entre esses espertões cheaters e jogar tudo no YouTube – eu assistiria com gosto.

Eu sei que Battlefield 3 é um jogo grande demais para seguir o mesmo caminho, mas, rapaz, nos meu sonhos, todas as empresas tratariam os cheaters assim. Ou com escorpiões imortais do inferno.

Denuncie enviado maxpayne3.banhammer@rockstargames.com

Informe na denúncia:

  • Plataforma (PC, PS3 ou Xbox 360)
  • Gamertag trapaceiro / ID
  • Descrição da infração
  • Se possível, inclua provas concretas, como um vídeo ou uma imagem
CLAN COBRA, não apoia, não incentiva, não aceita e esta colaborando para o fim dessas atitudes que acabam com o prazer de jogar. MORTE AOS XITER
Assista os DESGRAÇADOS xitando

[ilink url=”http://www.rockstargames.com/newswire/article/35441/taking-aim-at-cheaters-in-max-payne-3.html”]Fonte:[/ilink]

3 Comentários

  1. COBRA_KAMPAS

    14 de junho de 2012 em 08:16

    é dificil ver o cheater com esse cara jogando…ele morra para qualquer um….

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Entregador da Amazon rouba um PlayStation 5 e é demitido pela empresa

Esse curioso caso aconteceu no Reino Unido A Amazon despediu um funcionário que …