O vidro pode ser de novo, tanto para telas rígidas e flexíveis

A fabricante norte-americana Corning, detentora do Gorilla Glass, anunciou nesta semana o lançamento do Willow Glass, um vidro resistente a arranhões que possui duas características peculiares: é flexível e fino. Extremamente fino. A Corning afirmou que o vidro pode chegar a apenas 0,05 milímetro, uma espessura próxima a de um fio de cabelo humano.

Apesar de ser bastante fino, o Willow Glass é bastante resistente e pode ser processado a uma temperatura de até 500ºC, uma característica que eles dizem ser “essencial para as telas de alta definição de hoje” e permitirá um processo de produção semelhante a impressão de um jornal. Além disso, a tecnologia poderá ser implementada em smartphones, tablets e notebooks com telas de OLED e LCD curvas ou até mesmo em superfícies não-planas.

A Corning já está enviando unidades de amostra do Willow Glass para fabricantes, institutos de pesquisa científica e consumidores com o objetivo de aprimorar sua tecnologia e construir um ecossistema completo em torno do vidro flexível resistente, com telas sensíveis ao toque e novos tipos de painéis.

Mas não espere um smartphone com WIllow Glass tão cedo. Alfred Poor, especialista na indústria de displays, afirma que o mundo inteiro está adaptado para produzir vidros “inflexíveis” feitos em fábricas extramemente caras. “A construção de uma fábrica de LCD nos dias de hoje custaria bilhões de dólares”, disse.

Willow Glass: vidro flexível como uma folha de papel.

A fabricante, que lançou o Gorilla Glass 2 no ano passado, presente no Galaxy S III, também fez questão de mostrar o sucesso da sua tecnologia de vidros resistentes: o Gorilla Glass original, lançado em 2007, já foi utilizado em mais de 575 produtos de 33 fabricantes diferentes, estando presente em mais de 1 bilhão de dispositivos no mundo todo.

Difícil é encontrar uma aplicação bacana de vidro flexível.

Fonte: tecnoblog.net e com informações: BBC News.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Menino usa caixa de sapato para fazer controle de videogame

João Pedro mora em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Invenção cham…