O estúdio thechineseroom, responsável pelo game Dear Esther (que anda arrancando suspiros por aí, seja de admiração ou de tédio), anunciou hoje que se juntou com a produtora Frictional Games para criar a continuação de Amnesia, a série de survival horror independente que já fez muita gente se borrar de medo – se você ainda não jogou, esteja avisado.

A Frictional Games foi a produtora responsável pelo jogo original, Amnesia: The Dark Descent, lançado independentemente em 2010 através do Steam. De acordo com Dan Pinchbeck, do estúdio thechineseroom, a continuação já tem até nome: Amnesia: A Machine for Pigs. Apesar de não estrelar os mesmos personagens, a história do novo game se passa no mesmo universo do primeiro, só que 60 anos depois.

Segundo os desenvolvedores, a intenção do novo Amnesia é “tirar as pessoas as pessoas da zona de conforto”. O jogo se passa na era indústrial na Londres vitoriana de 1899. Um rico industrialista entra em um coma profundo depois de retornar de uma expedição no México, acordando depois de meses com uma máquina misteriosa – e conhecendo o teor do jogo, certamente cabreira – que surge inexplicavelmente.

Faz sentido a produtora de Amnesia se interessar pelas habilidades do pessoal da thechineseroom, uma vez que muitas pessoas vem comentando os cenários cheios de detalhes do seu game experimental. Só esperamos que a tensão aflitiva de The Dark Descent, consequência de seus monstros invisíveis e paredes pulsantes de sangue, ainda esteja presente, já que Dear Esther não é exatamente um exemplo de jogo frenético.

Fonte: Joystiq

Um comentário

  1. COBRA~KAMPAS

    25 de fevereiro de 2012 em 15:16

    Kabanna nem aguentou a jogar o primeiro!!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Amazon patenteia método para encontrar piratas de streaming

Técnica pretende identificar a origem do conteúdo vazado por meio de dados possivelmente i…