Isso sim é uma raridade: o único Pagani Zonda F vendido no Brasil rodando em uma das principais avenidas da capital paulista, num sábado à tarde, quando conseguimos fotografá-lo com a câmera do celular. O carro tem uma história interessante que começa no Salão do Automóvel, em 2008, quando foi apresentado pelo fundador da Pagani, o argentino Horácio Pagani, como o modelo mais caro vendido no país. Trazido pela agora extinta importadora Platinuss, o Zonda F, ano 2007, levou dois anos para ser vendido no mercado brasileiro, por algo em torno de R$ 4 milhões, valor pago por um empresário que não quis de identificar.

O Zonda F faz parte de uma produção limitada em 25 unidades por ano e conta com motor Mercedes-Benz, V12, de 7,3 litros de cilindrada e 659 cavalos, potência suficiente para acelerar de 0 a 100 km/h em 3,5 segundos e atingir nada menos que 345 km/h. Entre outros detalhes do superesportivo, destaca-se a carroceria de fibra de carbono e o acabamento interno, que inclui bancos revestidos de couro de avestruz. Curioso também é que o F é uma homenagem de Pagani ao pentacampeão de Fórmula 1, Juan Manuel Fangio. Pelo o que a reportagem do Carsale apurou, o Brasil tem recebido um volume crescente de supercarros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Super Nintendo World, o parque da Nintendo, vai abrir em 4 de fevereiro em Osaka

Parque finalmente divulga data de inauguração com destaque para montanha-russa RA O Super …