Os fãs do bom e velho Counter-Strike que já estão ansiosos com o novo game da série têm mais um motivo para comemorar: o co-criador de Counter-Strike, Minh Le, vai lançar um novo FPS, Tactical Intervention. Embora seja bem parecido com CS em sua essência, o novo game trará algumas novidades bem interessantes.

Totalmente focado em partidas multiplayerTactical Intervention oferecerá todo o tiroteio que os fãs esperam, mas com algumas novidades: o breve trailer abaixo mostra descidas estratégicas por laterais de prédios, inocentes NPCs sendo utilizados como escudos humanos e até mesmo uma intensa perseguição com carros, olha só:

Outra novidade interessante (que infelizmente não aparece no trailer) é a utilização de cachorros: os jogadores poderão adquirir cães de grande porte – como pastores alemães e rotweillers – para farejar o cenário em busca de inimigos. Também será possível passar comandos ao cão, para que ele ataque um oponente, deixando-o vulnerável por um certo período.

Considerando que a Valve não parece disposta à fazer grandes inovações na receita consagrada de Counter-Strike, Tactical Intervention pode ser o respiro de criatividade que faltava no gênero dos FPS multiplayer. Resta saber se estas inovações agradarão aos mais conservadores.

Tactical Intervention já está em produção há tempos, com uma fase beta fechada que já dura quase dois anos. No mês que vem devem começar uma fase beta mais ampla. Se quiser tentar a sorte, basta se cadastrar no site oficial da distribuidora do game.

Tactical Intervention ainda não tem uma data de lançamento oficial, mas seu lançamento está programado para a primavera gringa, ou seja, entre março e junho.

Fonte: Rock, Paper Shotgun

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Centauro concluicompra da Nike; CEO fala em ‘novas verticais’

O Grupo SBF — controlador da Centauro — concluiu a compra da operação da Nike no Brasil pa…