O Brasil representa hoje um dos países mais promissores para o setor de infraestrutura desportiva, visto que a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 demandarão grandes investimentos em construção, tecnologia e equipamentos para as futuras instalações. A estimativa é que a Copa receba a ordem de R$ 4,558 bilhões em investimentos, enquanto os Jogos Olímpicos chegue a R$ 28,8 bilhões.

 Soluções inovadoras serão apresentadas durante Expo Estádio, evento em que a Seal

Telecom demonstrará projetos integrados ideais para atender à demanda da Copa 2014 e Olimpíadas 2016
Com objetivo de fomentar este mercado pela oferta de produtos e serviços inovadores, a cidade de São Paulo receberá a terceira edição do Expo Estádio, de 22 a 24 de novembro, no Expo Center Norte. A Seal Telecom, especializada na integração de sistemas que unem tecnologias de comunicação presencial e a distância, participará do evento demonstrando soluções que atualmente compõem as mais modernas arenas mundiais.
A integradora traz larga experiência em projetos de sonorização, comunicação digital (incluindo videowall e digital signage) e de controle de áudio e vídeo, além de sistema de segurança com videomonitoramento (CFTV) e sistemas automatizados. Por isso, vai apresentar no Expo Estádio a integração de todas estas tecnologias por meio da simulação de projetos para arenas esportivas,  com destaque para a inovação de tecnologias convergentes em sistemas audiovisual e de segurança para estes ambientes.
De acordo com o diretor comercial da Seal Telecom, Alexandre Novakoski, o evento será uma oportunidade para demonstrar soluções ideais para a próxima geração de estádios no Brasil. “As tecnologias vão permitir que os atuais estádios se transformem em verdadeiras arenas que, mais do que atender aos jogos de futebol, serão locais preparados para comportar grandes eventos, como shows, encontros religiosos, entre outras formas de entretenimento”, avalia o diretor.
A Seal Telecom posiciona-se como líder nacional na oferta de soluções e serviços para atender às diversas necessidades de instalações para as arenas ao oferecer a estrutura de uma equipe de especialistas formada por consultores, engenheiros eletrônicos, técnicos de áudio e arquitetos que trabalham especialmente para a Copa. A equipe atua dentro do conceito ‘Turn Key’, no qual o projeto é desenhado e integrado de forma completa, considerando todas as tecnologias necessárias para os ambientes.
“Investimos em torno de R$ 1 milhão neste time, para adequar os profissionais às tecnologias, e em equipamentos e softwares especiais. Estamos preparados para equipar os estádios e transformar a Copa 2014 do Brasil na mais moderna de todos os tempos”, conclui o diretor.
Serviço
Evento: Expo Estádio (www.expoestadio.com.br)
Data: de 22 a 24 de novembro
Local: Expo Center Norte – Pavilhão Azul
Endereço: Rua José Bernardo Pinto – Vila Guilherme
Horário da exposição: das 12h às 20h
Horário da abertura da conferência: 10 horas
Sobre a Seal Telecom
Fundada em 1999, a Seal Telecom é uma empresa nacional especializada na integração de sistemas que unem tecnologias de comunicação presencial e a distância, como videoconferência, sonorização, videomonitoramento, telefonia IP e Rede Wireless. Líder na realização de projetos, conta com renomados parceiros para a oferta de soluções eficazes e criativas, além de oferecer todo suporte a mais de duas mil companhias brasileiras que já tem como clientes. Focada no dimensionamento das reais necessidades de cada projeto, seus consultores fornecem soluções completas e um serviço altamente qualificado para verticais como Varejo, Transporte, Call Center, Hotelaria, Saúde, Educação, Governo e Entretenimento.

Fonte: http://www.overbr.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Entenda como o Google pode virar uma dor de cabeça para o WhatsApp

Desde 2017, o Google tem trabalhado junto com operadoras para implementar o RCS (Rich Comm…