O homem acusado de invadir as contas de e-mail privadas de Scarlett Johansson, Christina Aguilera e outras celebridades se desculpou nesta quinta-feira, dizendo que ficou viciado em bisbilhotar suas vidas.

Mas Christopher Chaney, de 35 anos, disse que nunca teve a intenção de vender ou divulgar as informações, incluindo fotos de celebridades nuas que acabaram chegando ao restante da Internet.

“Tudo começou como curiosidade e se transformou no vício de ver os bastidores do que estava acontecendo com estas pessoas que você vê em telas grandes todos os dias”, disse Chaney à afiliada da Fox WAWS, na Flórida.

“Fiquei quase aliviado há meses quando eles vieram e tomaram meu computador… Porque eu não sabia como parar”, disse.

Chaney enfrentou 26 acusações na quarta-feira por crimes relacionados à Internet contra celebridades de Hollywood após uma investigação de 11 meses do FBI batizada de “Operação Hackerazzi”.

As vítimas incluem a estrela Johansson, de “Homem de Ferro 2”, que teve fotos de topless vazadas para a Internet em setembro, e a atriz Mila Kunis, de “Cisne Negro”, vista tomando um banho de espuma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

20 imagens sobrenaturais de fazer arrepiar os cabelos

Tem gente que se arrepia só de pensar em casos sobrenaturais e acredita piamente que eles …