Conforme as gerações vão avançando a pirataria nas consolas da Sony tem vindo a decrescer, embora atualmente continue ainda a ser um flagelo para companhia e para a indústria em geral.

Atindriya Bose, responsável pela Sony India, admitiu que na geração atual conseguiram estancar o problema, mas que isso continua a afetar a marca PlayStation.

“Afetou-nos até determinada altura, mas não é tão prejudicial como foi na PlayStation 2. Temos feito pesquisas sobre o assunto. Muitas pessoas estão conscientes das capacidades da pirataria, mas também estão conscientes de que elas acabariam por perder se fossem por esse caminho. Perdes o online, a experiência de estar conectado, e também as vantagens dos novos firmwares,” disse Bose à revista Indianvideogamer.

“Existe um segmento de jogadores que tomaram o caminho da pirataria, e embora não haja um impacto significativo na venda dos jogos PS3, sei que houve uma diminuição na taxa de crescimento,” concluiu.

http://www.eurogamer.pt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Shawn Layden diz que a ideia de levar os exclusivos do PlayStation para o PC foi dele e não do Jim Ryan

Não foi o atual presidente da Sony, Jim Ryan, que iniciou a política de trazer exclus…