Aqui está uma edição especial sobre Portugal, a terra de Cabral, de Camões, de Cristiano Ronaldo, do pastel de Belém e das piadas portuguesas.

REGISTROS DA ESCRITORA THALITA REBOUÇAS

Dizem que portugueses levam tudo ao pé da letra. Não é sempre verdade. Se levassem, o que fariam com a informação da frase da foto abaixo? Diz o cartaz colado na janela: “Qualquer assunto, por favor contacte o número 188 nesta mesma rua”. Ri, fotografei e fiquei imaginando situações que poderiam acontecer no número 188. Uma pessoa poderia muito bem bater lá e dizer: “O meu pai está bebendo demais e eu não aguento mais conviver com o bafo de cachorro velho dele”. Ou “A minha avó precisa de um aparelho para surdez, mas não tenho dinheiro para comprar”. Ou ainda “Vim reclamar da comida da companhia aérea que me levou daqui para a Espanha”. Ué, se é qualquer assunto, é qualquer assunto.

Mas a frase mais intrigante que encontrei em Lisboa foi “Já estou melhor, obrigada”, escrita em delicados azulejos numa parede pichada. A frase está lá desde a primeira vez que estive em Portugal, e provavelmente existe há muitos e muitos anos. Nem sei se a pessoa ainda está bem, se piorou de novo, se morreu… Mas a frase continua lá. Promessa? Agradecimento de uma senhora popular que recebeu inúmeras visitas preocupadas com sua saúde e que já não aguentava mais providenciar pastéis de Belém para todos? Ou só a brincadeira de um gaiato com as sobras de uma reforma? Taí o maior mistério de Lisboa.

CENAS LUSITANAS

Em 2008, o leitor Daniel Cardoso, do Rio, visitou as terras lusas e registrou cenas típicas e cheias de “pegadinhas” em Lisboa e no Porto. Confira:

Mercearia lisboeta indecente?

Se você não gostar do licor certamente não poderá reclamar. O aviso tá na cara!

Carro com vida própria procura novo dono…

Oceanário de Lisboa exibe um exemplar de espécie um tanto quanto comum hoje em dia.

Restaurante no Porto.

http://oglobo.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

O machismo no mundo dos Games: Caso de Isadora reabre discussão

Apresentadora foi afastada da Microsft após sofrer ataques machistas na internet O machism…