Lars Gustavsson, um dos desenhadores principais do multiplayer de Battlefield 3, falou sobre um dos aspetos que mais preocupa a DICE sobre o seu shooter: A acessibilidade.

Numa recente sessão de perguntas e respostas, no blogue oficial de Battlefield, Gustavsson explicou que, “A nossa mentalidade em Battlefield 2 era:’Joga-o da nossa maneira ou joga outra coisa qualquer.’ Agora estamos a fazer um esforço consciente por inverter essa mentalidade.”

“A meta com Battlefield 3 é a de oferecer uma enorme variedade de experiências jogáveis que sejam acessíveis a todos. Não iremos dizer como devem jogar ao jogo, vocês é que irão escolher.”

“Estamos muito orgulhosos dos modos de jogos como o Conquest ou o Rush de Battlefield 2, mas em Battlefield 3 tivemos uma discussão muito séria sobre a nossa forma de pensar. Falámos sobre os pontos fortes de Battlefield, e acabámos por falar sobre uma série de questões interessantes,” afirmou ele.

“Será que tem o jogo em equipa que estar baseado em patrulhas? Ou terá que ter um sentimento mais generalizado de jogo em conjunto? Serei menos jogador se não quiser usar as patrulhas? Se quiser jogar a um Team Deathmatch ou se quiser jogar apenas com a infantaria?”

http://www.eurogamer.pt

Um comentário

  1. [COBRA] PANDA

    5 de julho de 2011 em 12:26

    Vai ser bom demais esse jogo. Nao sei se o COD não vai ficar na reserva.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Red Dead Online: multiplayer de RDR 2 ganha versão standalone por R$ 28 no lançamento

A Rockstar anunciou nessa semana que Red Dead Online, o componente multiplayer de Red Dead…