Desenvolvido pela Crytek, estava disponível no serviço da Valve, o Steam, até esta semana. Agora ele está disponível apenas no Origin, a nova loja de distribuição digital da Electronic Arts (e em algumas outras lojas também). Apesar da mudança súbita e das conjecturas sobre as motivações por trás disso, a EA diz que não é a responsável pela retirada de Crysis 2 do Steam.

Representantes da EA disseram ao Kotaku US que foram problemas com os “termos comerciais” do Steam que resultaram na remoção de Crysis 2 da plataforma da Valve.

“É lamentável que o Steam tenha retirado Crysis 2 de seu serviço”, diz um comunicado da produtora. “Isso não foi uma decisão da EA ou o resultado de qualquer ação por parte da EA.”

“O Steam impôs um conjunto de termos de negócios para os desenvolvedores que esperam vender conteúdo em sua rede – muitos dos quais não são impostos por outros serviços de distribuição digital. Infelizmente, a Crytek tem um acordo com outro serviço de download que viola as novas regras do Steam, o que resultou na exclusão de Crysis 2. O jogo continua disponível em vários serviços de download, incluindo no Origin.com”.

O Kotaku entrou em contato com a Valve pedindo esclarecimentos sobre os termos do Steam e sobre a disponibilidade de futuros jogos da EA em sua plataforma.

http://www.kotaku.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

WhatsApp quer permitir que empresas façam vendas direto no aplicativo mais será pago

O produto vai permitir a integração entre WhatsApp, Instagram e Facebook e o gerenciamento…