Pesquisador americano estuda a maneira como os games podem ajudar a tratar o estresse pós-traumático em soldados que retornam para casa.

Albert Rizzo, da Universidade Southern California, concluiu em seu estudo que o uso de realidade virtual nestes cenários pode ser uma alternativa à terapia tradicional, especialmente porque a geração mais nova de combatentes já cresceu acostumada a jogos.

A ideia surgiu após os muitos relatos de soldados das operações no Iraque desenvolverem o chamado estresse pós-traumático.

A realidade virtual permite que o paciente se submeta à chamada terapia de exposição, que simula novamente momentos relacionados ao trauma. A vantagem é que a intensidade emocional das cenas pode ser controlada pelo médico de acordo com a reação paciente.

Nesse tipo de teste, Rizzo notou que até 80% dos soldados que concluíram o tratamento reduziram sinais de estresse, ansiedade e depressão.

Agora, o uso dos games também está sendo estudado para preparar melhor os combatentes antes de missões – o que os deixaria mais calmos e acostumados ao ambiente da operação.

O trabalho foi publicado no Journal of Clinical Psychology in Medical Settings.

http://info.abril.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Red Dead Online: multiplayer de RDR 2 ganha versão standalone por R$ 28 no lançamento

A Rockstar anunciou nessa semana que Red Dead Online, o componente multiplayer de Red Dead…