Lei quer autorizar infiltração policial na web
Projeto prevê que policiais se infiltrem na rede para investigar pedofilia

O Senado aprovou na semana passada um projeto de lei de iniciativa da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pedofilia. De acordo com o projeto, policiais poderão se infiltrar na web para investigar crimes contra a liberdade sexual de crianças e adolescentes.

De acordo com o relator do projeto, o senador Demóstenes Torres (DEM), caso aprovada, a lei será uma ferramenta tanto para a repressão quanto para a prevenção de abusos.

“Tornada lei, a proposta criará um ambiente de dúvida e insegurança para os pedófilos, que poderão ser surpreendidos por todo um aparato garantido pelo Estado e presente no outro lado da conexão”, afirmou ele. A infiltração dos policiais somente poderá ser feita após autorização judicial.

Para se tornar lei, o texto precisa ainda ser votado pelos senadores no plenário, antes de seguir para a Câmara dos Deputados. Em seguida, precisa da sanção da presidente Dilma Rousseff. Segundo o projeto, a infiltração só será admitida se não for possível obter provas por outros métodos.

O pedido para infiltração serão feitos pelo Ministério Público ou por delegados e deverá informar o motivo, alcance das ações e os nomes ou apelidos das pessoas investigadas.

Fonte:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…