O celular já serviu só para fazer telefonemas. Depois, ganhou funções de calculadora, agenda e transformou-se num computador pessoal.  Destacamos 5 tendências que vão fazer o smartphone substituir todos seus outros objetos. Até a carteira!

1 – Vídeo por Wi-Fi na TV
A força bruta para rodar vídeos em alta definição (720p) ou mesmo em full HD (1 080p) já é realidade nos atuais smartphones mais sofisticados e deve se tornar padrão com a invasão dos processadores dual core e, futuramente, quad core. A interface Wi-Fi no padrão 802.11n também.

Assim, o smartphone já está pronto para se integrar à rede da casa e fazer o papel de um player capaz de enviar vídeos em alta definição para a TV sem que a imagem fique engasgando por falta de músculos do aparelho ou largura de banda no Wi-Fi. Acaba também a preocupação de plugar cabos para ligar o smartphone aos televisores compatíveis. O protocolo que faz com que o celular veja os outros dispositivos conectados à rede doméstica, como servidores de conteúdo multimídia, e também seja visto como tal, atende pela sigla DLNA, de Digital Living Network Alliance.

Pela TV, o acesso ao acervo de vídeos, fotos e músicas do smartphone é feito de forma simples e intuitiva. Futuramente, é possível que o envio de vídeos do celular para a TV pela rede sem fio também seja realizado por meio da tecnologia WiDi (Wireless Display), da Intel, que começa a aparecer nos laptops. “Vamos colocar o WiDi em tablets e smartphones no ano que vem”, afirmou Paul Otellini, CEO da Intel, durante apresentação no Mobile World Congress, em Barcelona. Otellini também anunciou que a Intel entrará no mercado de processadores para smartphones.

Páginas: 1 2 3 4 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Sony decide fechar fábrica em Manaus e parar de vender TVs e câmeras no país

Assista vídeo da CNN https://www.cnnbrasil.com.br/business/2020/09/15/sony-decide-fechar-f…