“Os jogadores não podem ser os beta testers dos jogos. ….”

Voz Gamers ‘Presidente Paul Gibson acredita que, quando o próximo Call of Duty jogo é liberado, um “número significativo de pessoas não será comprá-lo com base no que aconteceu com o Black Ops”, e revelou também que o consumidor de videogames organização de direitos recebeu tantas queixas sobre erros na entrada mais recente da Treyarch na série, que “não podia contar com eles”.

Depois de receber tantas reclamações – principalmente sobre os problemas com os modos multiplayer nas versões PS3 e PC – Voz Gamers “, escreveu uma carta aberta à Activision em janeiro, seguindo por relatórios Black Ops para o Office of Fair Trading.

Em nosso entrevista exclusiva, Publicado hoje, o Sr. Gibson tem a dizer sobre o jogo:

Obviamente, você está ciente do nosso problema com o Call of Duty: Black Ops. Houve patches e correções recentemente, mas ainda estamos recebendo reclamações. Ainda estamos recebendo as pessoas dizendo que o jogo não está funcionando, para que eles não podem ficar online e que o congelamento do jogo. Você não iria aturar isso com qualquer outra coisa. Se você comprou um DVD, colocá-lo em três quartos e da forma como ele caiu e você não poderia assistir ao fim do que você ia levá-la de volta. Você iria levá-la de volta à loja e dizer que isso está quebrado.

Ele continua a dizer que, apesar de um certo nível de erros são inevitáveis ​​hoje cada vez mais complexos jogos de vídeo “, os próprios jogadores não são os seus beta testers. Nós não queremos pagar whack cheio para um jogo que não funciona para os primeiros seis ou sete meses de seu lançamento “.

Gamers’ Voice

Gibson nota que as mensagens da organização queixas inbox tem mais de 1.000 e-mails nele, o que torna impossível contá quantas queixas de voz Gamers ‘tinha realmente recebido cerca de Black Ops, bem como revelando que outros jogos como Fallout: New Vegas e The Sims 3 também tinha sido alvo de reclamações. Ele também comenta sobre o nível de suporte de voz Gamers ‘tem recebido por parte dos consumidores em todo o mundo, agradecendo-lhes “por pelo menos tentando fazer algo sobre isso.”

“Vai ser muito interessante ver que o próximo Call of Duty sai porque há um número significativo de pessoas que não vão comprá-lo com base no que aconteceu com o Black Ops”, conclui Gibson.

Leia a entrevista completa com BeefJack Paul Gibson Gamers of Choice ».

Sem comentários

  1. Porco_AranhA

    22 de março de 2011 em 12:18

    não acho q o jogo não vai vender porq foi bugado, mas sim porq a treyarc fez um jogo ruim

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Novo iPhone pode ser lançado dia 13 de outubro, sugerem fontes.

A Apple pode estar próxima de lançar o novo iPhone 12 no dia 13 de outubro. A informação é…