Uma mãe culpa a Microsoft de ter lhe tirado mais de 1000 libras através do Xbox Online. Ao baixar aplicativos e extensões de um jogo do videogame, seu filho de 11 anos gastou a quantia e deixou a mãe perplexa.

Segundo ela, os dados de seu cartão de crédito foram disponibilizados no sistema para a compra do jogo e ficaram cadastrados. Desta forma, seu filho, ao adquirir novas extensões, acabou gastando a quantia de 1.082,52 libras esterlinas, a moeda inglesa, o que equivale a mais de R$ 2800.


Olha cara da criatura

Matthews, 37 anos, afirmou que não tem dinheiro para cobrir o valor do cartão de crédito e exige uma solução por parte da Microsoft.

“Trabalho em dois lugares para cuidar da minha família e pago contas, logo não posso gastar dinheiro com esses valores abusivos. Um milhão de libras não é nada para pessoas como Bill Gates, mas para uma mãe solteira é muito dinheiro e que eu não tenho. A operadora do cartão e a Microsoft estão culpando uma a outra e ninguém me ajuda”, disse ao jornal inglês Daily Mail.

A mãe culpa a empresa, já que, segundo ela, seu filho, de 11 anos, não pode ser penalizado já que não tinha consciência dos valores que seriam cobrados.

“Quando eu lhe mostrei os valores, ele desligou o videogame e disse que não queria mais brincar com ele”, disse.

A Microsoft argumentou que pais podem controlar os gastos de seus filhos. No entanto, a mãe disse que não aceita as desculpas e espera uma solução para o caso.

Via O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

Entregador da Amazon rouba um PlayStation 5 e é demitido pela empresa

Esse curioso caso aconteceu no Reino Unido A Amazon despediu um funcionário que …