Parece tortura, e para as crianças sul-coreanas que “passam dias na frente do videogame” – arruinando notas, vida social e relações familiares no processo – deve ser mesmo. Esse é o lugar para onde pais “preocupados” mandam seus filhos para aprenderem um pouco sobre autocontrole.

coreia_viciadas

Você nunca veria esse tipo de imagens com crianças ocidentais. Apenas uma espiada na expressão de dor naqueles rostos jovens e o acampamento disciplinar seria fechado para sempre. Do outro lado do mundo, no entanto, os pais recorrem a instalações como estas quando sentem que estão perdendo o controle de seus filhos.

É doloroso. É cruel. Mas é uma dose de dor que talvez seja exatamente o que falta para esses adolescentes levarem uma vida mais responsável. Han Kang-Sol, de quinze anos, certamente espera que sim:

“Minha mãe me obrigou a fazer o curso porque tenho jogado demais nos últimos tempo. Espero que isso me ajude a melhorar, para que eu pare de ficar jogando e me foque mais nos estudos”.

Não é de todo mal, no fim das contas. E quando não estão gritando e cobertas de neve, as crianças aprendem a montar cavalos e usar seu tempo na realização de objetivos mais criativos. Parece o inferno, mas pelo menos eles estão ficando longe do vício, de certa forma.

[wzslider autoplay=”true” lightbox=”true”]

Fonte: kotaku via allvoices

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Verifique também

20 imagens sobrenaturais de fazer arrepiar os cabelos

Tem gente que se arrepia só de pensar em casos sobrenaturais e acredita piamente que eles …