Bram Cohen, o grande cérebro por trás do famoso protocolo de compartilhamento BitTorrent, está na ativa novamente. Cohen está trabalhando em um protocolo de transferência P2P (peer-to-peer) “ao vivo”, que parece ser vagamente baseado no BitTorrent. Várias e grandes mudanças foram feitas, em uma tentativa de melhorar a eficiência e reduzir a latência.

Cohen abandonou o TCP no novo protocolo, que também usa algoritmos de controle de congestionamento diferentes. A demonstração, no vídeo abaixo, revela poucos segundos de latência, sendo então perfeitamente razoável para transferências P2P. Afinal, até radiodifusoras estão acostumadas a terem alguns poucos segundos de atraso em transmissões ao vivo justamente para a correção de erros.

Durante a demonstração, Cohen revela que o protocolo provavelmente não estará pronto até pelo menos o meio deste ano. O desenvolvedor afirma que, embora seja difícil o seu desafio, considera estar trabalhando de uma forma relativamente rápida, fazendo tudo do jeito “certo”.

Vale lembrar que o protocolo BitTorrent faz aniversário de 10 anos em julho, e então essa seria uma boa data para o lançamento oficial do novo protocolo.

http://www.youtube.com/watch?v=tnHn29WCaJw&feature=player_embedded

Fonte: http://www.guiadohardware.net/noticias/2011-01/protocolo-p2p-veloz.html

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia também

Empresas de TI pedem agência nacional contra falta de mão de obra no setor

Em manifesto direcionado aos presidenciáveis, Federação Assespro sugere medidas para ataca…