Samsung Galaxy S II: o que era bom ficou melhor, mas pode ir além

Equipe COBRA Sem categoria 2 views 0 3

Introdução

A fabricante coreana acertou novamente dentro de sua linha de smartphones Galaxy S. A primeira versão completou pouco mais de um ano de existência contabilizando 20 milhões de unidades vendidas, sucesso que garantiu a aceitação ainda mais rápida de seu sucessor. O Samsung Galaxy S II trouxe o que faltava no seu irmão mais velho, um processador mais robusto, e com dois núcleos, mais memória, USB OTG (On The Go), flash Led para a câmera, uma versão mais nova do sistema operacional Android, e tudo em um corpo que garantia ao portátil o título de mais fino do mundo. Esses atributos atraíram 10 milhões de consumidores em apenas cinco meses após sua chegada ao mercado.

Com seis meses de existência as principais características do novo carro chefe da Samsung já são bastante conhecidas, portanto, a abordagem seguida neste artigo será um pouco diferente das encontradas nos diversos textos espalhados na grande rede.

Recentemente ficou bem claro o incômodo que está causando o universo Android em seus principais concorrentes. O saudoso Steve Jobs teria solicitado ao Google que parasse de imitar o iOS, além das intermináveis batalhas judiciais com a Samsung, e Steve Ballmer, da gigante Microsoft, também quis destilar algumas palavras declarando que “é preciso ser formado em Ciências da Computação para usar o Android”. Mas, ao que parece, a Samsung preferiu relembrar o passado, quando o próprio Jobs citava frequentemente a frase “Bons artistas copiam, grandes artistas roubam! Precisamos ser grandes artistas!”, e a Google fez questão de se defender da acusação do homem da maçã afirmando que o Android foi criado antes. Quanto à frase de Ballmer, dificilmente se pode afirmar que a maior parte dos usuários Android sejam cientistas da computação, mas alguns com certeza possuem conhecimento técnico mais avançado, o que tem sido positivo no caso do casamento desse sistema operacional com a linha Galaxy S, permitindo melhorar o que já estava bom. Assim, na parte do software temos diversos desenvolvedores independentes trabalhando em ROMs alternativas e hacks para o Galaxy S II, além de já circularem diversos acessórios para otimizar o uso do Smartphone.

Se você já possui um Galaxy S II, as dicas encontradas nos próximos parágrafos serão muito uteis, tanto para quem é entusiasta como para o mais leigo, e talvez mude o olhar de quem ainda está apenas paquerando o aparelho.

 

Acessórios Recomendados

Iniciando pela parte mais fácil, ou talvez não (dependendo da necessidade e disponibilidade de recurso extra), temos como potencializar a utilização do Samsung Galaxy S II investindo em alguns acessórios – oficiais ou não, e são muitas as opções, podendo-se encontrar uma capa com bateria extra integrada, adaptadores que transformam a conexão mini-USB em uma entrada USB para utilização de periféricos como mouse, teclado ou uma entrada extra de cartão de memória e pendrive.

Outro adaptador interessante é para a conexão HDMI, possibilitando a ligação em uma TV com tela muito maior. O grande inconveniente nesse caso é a necessidade de alimentação para o funcionamento, mas é um detalhe que não pesa tanto levando em consideração que o aparelho já está preso ao cabo HDMI.

Para fazer par com o adaptador HDMI, uma boa escolha é um teclado Bluetooth, mas no caso dos jogadores de plantão, com a instalação de um aplicativo disponível na Android Market, é possível utilizar o controle do Playstation 3 (Dualshock 3) em conjunto com a vasta gama de jogos que estão aterrissando no sistema móvel do Google, ou ainda, reviver alguns clássicos com os vários emuladores disponíveis, indo do MegaDrive ao PlayStation 1. Fechando essa parte com um toque para uso mais profissional, temos o suporte veicular para utilizar seu GPS Android ao dirigir.

A galeria abaixo exibe os acessórios citados (lembrando que existem outros acessórios), e logo em seguida um vídeo demonstrando-os em funcionamento.

Power Pack

Adaptador USB OTG

Adaptador HDMI

Capa com tclado Bluetooth

Suporte Veicular


Modificações no software

Um dos maiores trunfos do Samsung Galaxy S II está em sua grande comunidade de desenvolvedores independentes. Aquilo que os funcionários da coreana “deixaram” passar, os estudiosos de plantão criam e compartilham na grande rede, sendo o fórum norte-americano XDA, o mais conhecido e frequentado por quem busca uma novidade para encorpar o smartphone enquanto espera por uma atualização realmente relevante, como a que está sendo esperada para Janeiro de 2012 com o Android 4.0 ICS (Ice Cream Sandwich).

Entre esses hacks, merecem destaque o menu modificado, ou “Advanced Power Menu”, que já existe em diversas versões para agradar gregos e troianos, temos ainda o hack da câmera, que a faz gravar com áudio em 192kbps/44.1Khz contra os 64kbps/16khz da configuração padrão, dentre muitas outras modificações. Abaixo você confere uma imagem do hack no menu do botão de desligamento (que pode trazer de quebra uma animação para desligar e religar a tela em um estilo retro que imita um televisor CRT), e os dois vídeos seguintes demonstram o desempenho do hack na câmera.

Advanced Power Menu

Advanced Power Menu

O sistema Android com várias caras

Se você prefere uma transformação total no aparelho, uma mudança de ROM é a pedida certa, e quando se fala nesse tipo de alteração, dois nomes sobressaem, Cyanogen e MIUI. Os desenvolvedores da primeira adicionaram suporte oficial para o Galaxy S II recentemente, para a alegria dos proprietários que já aguardam uma versão com o Android ICS como base. As personalizações desta ROM fazem tanto sucesso que o seu criador, Steve Kondik, foi contratado pela própria Samsung. Já a MIUI, além do visual que agrada a muitos, conta com uma comunidade dedicada no brasil em realizar a tradução para o nosso idioma.

As vantagens em adotar uma ROM independente são inúmeras, já que elas trazem melhorias no consumo da bateria, fluidez e melhor desempenho ao rodar aplicativos, algumas contam inclusive com overclock para extrair o máximo do processador Exynos dual-core (claro que abrindo mão de uma maior autonomia) e outros recursos que a fabricante deixou sem habilitar – para que os desenvolvedores independentes tivessem com o que brincar.

Abaixo você confere imagens da ROM stock Samsung, MIUI, e Cyanogen, com uma pequena descrição com os prós e contras de cada uma delas.

Interface da Launcher Touchwiz 4

Interface da Launcher Touchwiz 4

ROM Samsung com TouchWiz 4.0: Estabilidade é a marca da ROM padrão do Galaxy S II, e não poderia ser de outra forma, já que os desenvolvedores precisam se preocupar com o todo. Além de desempenho satisfatório era preciso apresentar total solidez para que o aparelho chegasse ao mercado sem apresentar maiores problemas. A interface TouchWiz 4.0 chegou para tornar mais simples o acesso aos inúmeros recursos disponíveis na soma do Android com o hardware do Galaxy S II.

Interface da Launcher MIUI

Interface da Launcher MIUI

ROM MIUI com sua Laucher Padrão: Essa ROM programada por chineses prioriza o design e facilidade no acesso aos recursos, transformando-a em uma boa opção para o conforto durante a navegação entre um recurso e outro, e é possível até mesmo notar uma semelhança da Launcher padrão com o estilo visto no principal concorrente do Android, o iOS.

Como já foi citado, as ROMs extraoficiais são criadas por desenvolvedores independentes, que buscam constantemente acrescentar novos recursos e maior performance, nem sempre prezando pela solidez do sistema, e a depender dos aplicativos utilizados, os usuários da MIUI podem enfrentar problemas com FC (Force Close) ou encerramento forçado dos aplicativos. Além disso, por ser uma ROM programada originalmente na china, para utilização em outros idiomas, é preciso contar com a tradução de outros entusiastas de plantão, e que nem sempre conseguem realizar um serviço perfeito, aí serão vistos textos em chinês, ou até em português de Portugal. Mas todos os benefícios costumam compensar, cabe a cada um pesar na balança suas prioridades

Interface da Launcher CyanogenMod

Interface da Launcher CyanogenMod

ROM CyanogenMod: O desempenho a todo custo é o que faz da ROM CyanogenMod a grande vedete dos usuários extremos. O lema é passar o controle total para as mãos do usuário, permitindo instalar os aplicativos no cartão externo, controlar a iluminação das teclas, trocar a função dos botões, ajustar a barra de status, retirar ou mudar o relógio, texto de sinal de celular ou percentual de bateria, configurar a quantidade de memória virtual, colocar a barra de status abaixo como em um tablet, e muito mais recursos que foram tão bem recebidos a ponto de a própria Samsung querer somar a mente com esses conhecimentos ao seu quadro de funcionários.

 

Conclusão com dica para usuários Android

Finalmente, se você está com pouco ou nenhum recurso financeiro, não conta com muito conhecimento técnico ou tem receio de efetuar as mudanças apresentadas acima, mas mesmo assim deseja dar uma nova vida ao seu Samsung Galaxy S II, temos uma dica que servirá também para usuários Android de outros dispositivos. Basta instalar uma Launcher.

Alguns recursos não são habilitados apenas com a instalação de uma Laucher, mas escolhendo uma boa alternativa e investindo um pouco de tempo para personalizá-la, a mudança na interface trará grande satisfação. E indo direto ao ponto, as quatro melhores opções atualmente são; Go Launcher (EX)ADWLauncher (EX)Regina 3D Launcher (Pro), e a SPB Shell 3D. Para conhecer cada uma delas basta clicar no nome para ser redirecionado até a Android Market e conferir imagens e vídeos demonstrativos, sendo que as três primeiras possuem versões grátis e pagas, com maiores recursos. No vídeo abaixo você confere uma palhinha do que se pode conseguir com uma Launcher.

Samsung Galaxy S II.

Nesse artigo existem opções de otimização para todos os tipos de usuários, desde os mais leigos aos com conhecimento mais avançado e coragem para realizar procedimentos delicados sob o risco de inutilizar completamente o aparelho (caso não sigam corretamente todos os procedimentos, é claro), mas a grande verdade é que nenhum dos procedimentos está tão distante das possibilidades de todos os que desejem dar vida nova ao seu aparelho.

Com um pouco de paciência para se ler com calma todos os inúmeros tutoriais na grande rede, e ajudados inclusive por vídeos (com o passo a passo) publicados no youtube, além de diversos usuários ajudadores em comunidades dedicadas ao Galaxy S II no Orkut e fóruns Android, você pode fazer valer cada centavo investido nesse verdadeiro telefone inteligente.

Ficam algumas perguntas no ar. Por que precisamos investir mais dinheiro em acessórios que poderiam vir no pacote original? E por que recursos que podem ser incrementados facilmente via software (já que o hardware suporta) não são trabalhados nas fabricas da coreana? Quem sabe a resposta seria a corrida desenfreada para acompanhar as evoluções dos concorrentes, e assim, ao invés de trabalhar todas as arestas de uma versão atual, já se deve ir trabalhando no sucessor. Esperemos então pelo Galaxy S III.

Fonte: http://blogs.forumpcs.com.br/

Assuntos

sobre: Equipe COBRA

Fundada em 2008, o CLAN (Comando Oficial Brasileiro) é um clan Multi-jogos com foco nos jogos FPS Shooter é constituído por uma equipe jovem (de espírito), gameniacos, pais, resenhistas, parceiros, dinâmica e ativa (alguns passivos). Todos nós adoramos jogos, jogar, e falar sobe jogos. Somos parciais/imparciais (depende da embriaguez) com opiniões bem formadas, gostamos de desempenhar bem o nosso trabalho. Ficamos felizes em sermos constantemente lembrados por outros clan's/líderes quem veem solicitar ajuda/dicas sendo eles iniciantes ou experientes, oferecemos a nossa humilde experiência para fortalecer o mundo Gamer. Esperamos que apreciem o nosso trabalho tanto quanto nós apreciamos fazê-lo.

Posts recomendados...

3 Pensamentos sobre “Samsung Galaxy S II: o que era bom ficou melhor, mas pode ir além”

  1. Welber_geraldo disse:

    onde consigo uma capa com teclado bluetooh para o galaxy s2?

  2. Eu comprei o Galaxy S2 e é ótimo, mais o ponto negativo é a falta de botão FOTO e o fone de uvido que não controle de volume, passar música etc nele. NOKIA N8 e completo o fone.

    Já sobre HDMI eu nem usaria mesmo rsrsr, tudo que faço e via PC. Minha TV tem USB etc e nem uso, mais quando comprei achei legal a função, hoje nem uso.

    O.B.S.: A câmera do meu S2 travou com 6 dias comprado, terei que levar na assistência p/ corrigir. Um pena ter esse transtorno tão cedo, mais é ate melhor que foi durante a garantia….. Espero que tudo se resolva bem!

  3. [COBRA] J4NG0_ disse:

    Acabei de comprar um Galaxy S para minha esposa e o aparelho é ótimo, claro que o SII é ainda mais completo, mas uma saída para ligar o Galaxy S na televisão já que ele não tem HDMI é por um cabo da Nokia, tem outro da própria samsung, mas o da Nokia é mais fácil de achar…
    segue exemplo:

    O principal ponto negativo desse tipo de conexão é a qualidade, não é HDMI e sim video componente.

Diga o que esta pensando

Loja Ninho dos COBRAS

Servidores Battlefield 4

Trilha sonora Clan COBRA Oficial

Favoritos Youtube

Coalizão

Enquete

SERVIDORES COBRA BF4, O QUE VOCÊ CURTE?

View Results

Loading ... Loading ...